Releases

Flex reduz consumo de água e reforça práticas sustentáveis

20 de fevereiro de 2019

Compartilhar:

Em dois anos, economia de água na Flex chegou a 43 mil m³. Volume equivale a quatro dias de abastecimento em São Caetano do Sul, São Paulo.


43 mil metros cúbicos. Este é o resultado do programa de economia de água estabelecido nas Unidades Flex em 2017 e que, no início deste ano, completou dois anos de implantação.  O volume economizado durante este período é tão expressivo que é o suficiente, por exemplo, para abastecer durante quatro dias a cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo (com pouco mais de 160 mil habitantes).

“O nosso compromisso é auxiliar no processo de criação de políticas de conscientização. Apesar de ser inovadora e tecnológica, a Flex é uma empresa socialmente responsável. Temos 13 mil profissionais e oportunidades diárias de fazer do mundo um lugar cada vez melhor. Trabalhamos com pessoas oriundas de todos os lugares, com todas as culturas, educação, crenças, etc. Nada mais oportuno do que trabalhar para usufruir dos benefícios que a natureza e a comunidade nos oferece, retribuindo com educação, aculturamento de cuidado e respeito. Das nossas instalações até as casas dos profissionais e vice-versa”, ressalta a superintendente Administrativa Luciana Ávila.

Para realização do projeto, a Flex junto a W-Energy – empresa especializada em gestão sustentável – instalaram pulverizadores spray W, importados da Alemanha e que promovem 90% da economia de água nas torneiras; realizaram monitoramento via web por meio de geofone, aparelho para identificação de vazamentos; implantaram sistema de monitoramento por telemetria e internet, para realizar intervenções sempre que os hidrômetros registrassem crescimento do consumo de água nas unidades; capacitaram profissionais com técnicas de inteligência emocional; além da realização de visitas técnicas preventivas para garantir o funcionamento do projeto, que demorou em média entre 60 e 90 dias para ser implantado.

“Mudar um hábito e a cultura de um povo não é uma tarefa fácil. Esse é um grande desafio que vem sendo feito com maestria pela Flex, uma empresa pioneira em inovação e verdadeira guardiã do meio ambiente. Quando a equipe entende que não se trata apenas de dinheiro, as pessoas aderem, apoiam e se cobram. A Flex se tornou um exemplo sustentável para o mercado”, ressalta o presidente da W-Energy, Wagner Carvalho.

O resultado obtido com o programa de economia de água também chamou atenção pelo fato de, no mesmo período, outra ação de sustentabilidade ter sido implantada na Flex: a substituição dos copos descartáveis pelos eco copos. A ação distribuiu copos ecológicos para todos os profissionais da empresa e, em um ano, ajudou a evitar o descarte de mais de 2,7 milhões (4.6 toneladas) de copos descartáveis. “Nossa proposta é caminhar cada vez mais para a sustentabilidade e usá-la como como base para as nossas ações e iniciativas”, reforça Luciana Ávila.

Economia de recursos: outros benefícios

Muito mais que a redução dos custos para a empresa, o programa de economia de água – assim como outros projetos Flex com foco na economia de recursos – também promoveu outros benefícios. Um deles foi a maior conscientização dos profissionais em relação às práticas ambientais.

“O principal ganho é o engajamento do pessoal, o que vai muito além da cultura da empresa, já que eles se tornam multiplicadores da importância das medidas sustentáveis e passam a disseminar essa consciência, inclusive fora da Companhia”, explica o diretor de Administrativo, Marcelo Oliveira.

O programa de economia de água da Flex e o uso de copos ecológicos integram uma série de ações sustentáveis desenvolvidas ao longo dos anos pela Companhia. Dentre outros projetos também são destaques: instalação de lâmpadas de LED para maior controle e redução do consumo de energia elétrica; tratamento de resíduos sólidos; e redução do consumo de papel.

Novos desafios

Para 2019, a Flex e W-Energy já estudam a possibilidade de implantar novas soluções e realizar mais treinamentos para potencializar o programa de economia de água nas unidades. “Economizar o recurso mais precioso do planeta é um sinal de inteligência financeira e ambiental. E criar a própria oportunidade, de forma criativa, é o que diferenciam empresas como a Flex, que recebeu nas unidades tecnologias eficientes e ecológicas. Possuímos um trabalho contínuo de pesquisas por novas tecnologias verdes e este ano reciclaremos o maior número possível de profissionais”, conclui Wagner Carvalho.

Imprensa: Compliance Comunicação