Conhecimentos levados para a vida: Brigadista da Flex auxilia vítimas em acidente de trânsito

2017-09-28

O que faz o brigadista de uma empresa? João Victor dos Santos, de 18 anos, analista de planejamento do setor de Comand Post da Flex de Florianópolis, respondeu na prática essa pergunta.

 

Na última semana, ele terminava mais um dia de trabalho, na unidade Rio Branco, quando ele e colegas foram surpreendidos pelo barulho de um acidente de trânsito em frente a empresa. A colisão foi tão forte que um dos veículos envolvidos veio parar no meio da calçada.

 

“Quando eu vi o acidente, foi automático, como sou brigadista e sempre carrego uma bolsa de primeiros socorros na mochila, eu peguei o material e corri para rua”, explicou ele.

 

Como brigadista da Flex, os profissionais aprendem sobre primeiros socorros e são capacitados para situações de emergências. Por coincidência ou não, uma semana antes do fato, João lembra que eles puderam aprender sobre como colocar uma vítima dentro de uma ambulância.

 

Desde o instante que chegou no local do acidente, João, orientou e atendeu as duas vítimas, mesmo cada um em um carro. Um deles apresentava uma possível fratura no braço e outro estava em choque, mas consciente.  “Eu me apresentei como brigadista da Flex, conversei com o médico do Samu por telefone e tentei colocar em prática tudo aquilo que aprendi nos cursos e aulas. Quando os bombeiros chegaram no local, eu ainda pude acompanhar o socorro até o fim e até auxiliei na colocação das vítimas nas ambulâncias”, salienta ele.

 

Gratificação

 

Para João, que chegou mais tarde em casa nesse dia, o agradecimento e reconhecimento da empresa, colegas, familiares das vítimas e da própria polícia e bombeiros foi a parte mais gratificante de toda essa história.

 

Além do curso de brigadistas, ele também possui o curso pré-hospitalar de primeiros socorros, detalhes esses que fizeram a diferença no dia em que ele pode ser um herói.

 

 

 

 

Voltar